Pesquisadores na Europa traçam panorama internacional do Covid-19

Texto: Karina Costa

Em que momento a Europa pode ou poderá dizer que controlou a Covid-19? Como tem sido a experiência da epidemia em um continente com uma população envelhecida mas que, por outro lado, possui sistemas de saúde bem estabelecidos? A “Rede CoVida – Ciência, Informação e Solidariedade” convidou pesquisadores que estão em diferentes países europeus para falar desses assuntos no webinar “Covid-19: situação atual e perspectivas futuras de controle na Europa” que irá ocorrer nesta quinta-feira, dia 7 de maio, das 14 às 16h, no horário de Brasília.

Sob a coordenação do epidemiologista Mauricio Barreto, um dos líderes da Rede CoVida, o encontro traz pesquisadores da Saúde Pública na Itália, Áustria, Reino Unido, Espanha, Portugal e França.

Inscreva-se: bit.ly/CovidnaEuropa

Convidados

Diretamente da Itália, Agostino Strina, pesquisador associado do Centro de Integração de Dados e Conhecimentos para a Saúde (Cidacs/Fiocruz Bahia) fala sobre um dos países mais afetados pela pandemia. Da Áustria, o convidado é Bernd Genser, da Áustria, doutor em Bioestatística, pela Universidade de Tecnologia de Graz.

Para falar da situação do Reino Unido, Christopher Millett, professor no Imperial College London é o convidado. O médico brasileiro da Universidade de São Paulo Otavio Ranzani do Instituto de Salud Global de Barcelona relata a experiência espanhola, e o líder do Conselho Nacional de Saúde, órgão consultivo do Governo de Portugal, Henrique Barros, fala dos esforços lusitanos de contenção da pandemia. E falando sobre a França, o eventro traz a médica infectologista Fernanda Grassi, pesquisadora do Instituto Gonçalo Moniz (IGM/Fiocruz Bahia).
Todos os pesquisadores falam português.

YouTube

Os webinars da Rede CoVida são retransmitidos no canal do YouTube do Cidacs e os assinantes são avisados quando começam as transmissões. Desde o início da Rede CoVida, em março, já foram mais de oito eventos virtuais com diferentes convidados. Inscreva-se e acompanhe! Link do YouTube: http://youtube.com/cidacsfiocruz

 

  • Itália, Agostino Strina, pesquisador associado do Centro de Integração de Dados e Conhecimentos para a Saúde (Cidacs/Fiocruz Bahia
  • Áustria: Bernd Genser, doutor em Bioestatística, pela Universidade de Tecnologia de Graz.
  • Reino Unido, Christopher Millett, professor no Imperial College London
  • Espanha: Otavio Ranzani do Instituto de Salud Global de Barcelona, pesquisador da Universidade de São Paulo (USP)
  • Portugal: Henrique Barros, líder do Conselho Nacional de Saúde, órgão consultivo do Governo de Portugal
  • França: a médica infectologista Fernanda Grassi, pesquisadora do Instituto Gonçalo Moniz (IGM/Fiocruz Bahia).

Deixe uma resposta