Mariana Menezes Alcântara

Mariana Menezes Alcântara é graduada em Jornalismo pela Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia (Facom/UFBA), especialista em Jornalismo Científico e Tecnológico (Facom/UFBA) e mestre pelo Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade, do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos (IHAC/UFBA). Atualmente é doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Culturas Contemporâneas da UFBA (Póscom/UFBA), sendo integrante do Grupo de Pesquisa em Jornalismo Online (GJOL/UFBA). No âmbito da pesquisa doutoral, estuda as inovações no jornalismo, tendo como foco as plataformas de fact-checking nacionais e internacionais. Como experiência acadêmica internacional, realizou, em 2013, um estágio de Aperfeiçoamento no Gabinete de Comunicação do Museu Nacional de História Natural e da Ciência da Universidade de Lisboa, Portugal. O tema da dissertação do mestrado abordou a cultura científica no Brasil e na Bahia através de uma análise das políticas públicas de popularização da ciência e tecnologia sob o prisma da inclusão social. No exercício da profissão, atuou como editora da Agência de Notícias Ciência e Cultura da Facom/UFBA, como repórter no jornal A Tarde e em projetos especiais da Assessoria de Comunicação do Instituto Gonçalo Moniz (Fiocruz Bahia). Também trabalhou como editora assistente na Revista Bahiaciência. Atua como diretora de redação da Revista Jovens Cientistas, uma publicação do Programa Social de Educação, Vocação e Divulgação Científica da Bahia, do Instituto de Biologia (IBIO/UFBA), onde colabora desde 2005. Ministrou cursos de extensão preparatórios para o mestrado oferecido pela Associação dos Ex-Alunos da Universidade do Estado da Bahia (UNEX/UNEB). Como pesquisadora possui experiência em Comunicação e Jornalismo Científico e Comunicação, Educação, Saúde e Meio Ambiente, atuando nos seguintes temas: mídia, ciência, saúde, meio ambiente, divulgação científica, educação popular e políticas públicas de popularização da ciência. Como professora de graduação de cursos de Comunicação Social da Universidade Salvador (UNIFACS) desde 2016 possui experiência nas seguintes disciplinas: Teorias da Comunicação, Teorias do Jornalismo, Semiótica/Teoria da Imagem, Texto Jornalístico, Gestão da Informação: Ciência e Cultura e Gestão da Informação: Cidade e Esporte. Atua como ministrante de diversas oficinas de capacitação voltadas para estudantes dos ensinos fundamental e médio, professores de escolas públicas e graduandos dos cursos de licenciaturas em ciências, integrantes do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID/UFBA), desenvolvendo produtos educativos como vídeos, jornais impressos e online e programas de rádio.